Lecupon-Logo

O que é, quais as vantagens e como aplicar a liderança transformacional

Sumário

A transformação de uma organização começa de baixo para cima no conceito da liderança organizacional. De acordo com essa cultura, o exemplo da camada mais alta tem poder de influenciar os demais grupos de liderados,  a fim de que eles sejam inspirados pelo modelo.

Esse tipo de gerenciamento da força de trabalho inspira funcionários a praticarem a autonomia para que eles tomem decisões e achem soluções para problemas que já não são tão recentes na empresa.

A ideia de liderar pelo exemplo não é inovadora. Esse modelo de gestão veio dos anos 70 com James V. Downton em 1973 e tem trazido bons resultados ao longo dos anos. Vamos ver como a liderança organizacional pode potencializar os resultados da empresa.

O que é liderança transformacional?

A liderança organizacional tem a função de motivar, engajar e encorajar seus liderados para que os objetivos da empresa sejam alcançados. Ao mesmo tempo que os líderes se posicionam como modelo a ser seguido na organização, eles dão total autonomia para que seus colaboradores tomem iniciativas de alto valor.

Dessa maneira, as equipes têm liberdade de agir no lugar de seus líderes para encontrar oportunidades de resolução de conflitos, aumento da eficiência e melhor produtividade. 

A liderança transformacional tem como base a valorização da moral e da ética, além do carisma. De acordo com esse conceito, os liderados podem ser ainda mais motivados quando são vistos de forma mais humana. 

Quais são os 4 elementos da liderança transformacional?

Existem quatro elementos bases que caracterizam a liderança transformacional. Vamos ver cada um deles.

1. Influência idealizada

O líder se comporta da forma que idealiza para sua equipe. Dessa forma, ele não precisa pedir uma mudança de comportamento. Outra característica é que ele não exige que seus colaboradores façam aquilo que ele também não faz. Ou seja, o que mais caracteriza a influência idealizada é o seu exemplo.

2. Motivação inspirada

O líder entende que cada pessoa é única e que pode contribuir para a organização de forma distinta. Assim, o liderado é motivado a cumprir os objetivos da empresa colaborando de forma individualizada para o cumprimento do coletivo.

3. Estímulo intelectual

Em um ambiente com bastante liberdade, o líder pode propor para que seus liderados compartilhem ideias e inovações. O estímulo intelectual dá maior abertura para insights capazes de resolver problemas.

4. Consideração individualizada

As necessidades individuais também devem ser valorizadas pelos líderes. Sob esse ponto de vista mais humanizado, o líder busca conciliar objetivos da organização e necessidades individuais.

Quais os principais objetivos do estilo de liderança transformacional?

Um líder transformacional visa principalmente a mudança e o crescimento. Ele motiva as pessoas a enxergarem o potencial que elas têm para serem melhores do que são, e acredita que todos podem alcançar seus objetivos se tiverem oportunidades adequadas. Esse tipo de liderança está baseada em quatro pilares: inspiração, inteligência emocional, relacionamentos e visão.

Assim, as pessoas fortalecem o senso de pertencimento, sonham juntas e são mais cooperativas. Consequentemente, há menos rotatividade de funcionários nessas empresas. Pois todos entendem que são importantes para exercerem suas habilidades em prol de um objetivo maior. 

Quais as características de um líder transformacional?

O líder transformacional tem como  grande característica o apoio e a paixão que inspiram seus liderados. Ele não fica de fora da equipe supervisionando tudo de longe, pelo contrário. O líder transformacional trabalha em conjunto com a sua equipe a fim de encontrar soluções.

A partir dessa integração com seus liderados, o líder transformacional consegue analisar e extrair o melhor de cada um. Esse trabalho integrado só motiva os liderados a acharem soluções de acordo com a habilidade que já possuem. Assim, eles se sentem mais fortalecidos e são inspirados pelo esforço de seus líderes.

Quais são as vantagens de um líder transformacional?

A liderança que vem  pelo exemplo é capaz de motivar e incentivar a autonomia e o senso de propósito. Sendo assim, a grande vantagem do líder transformacional é passar clareza nos objetivos e proporcionar maior engajamento para a equipe. 

Outra vantagem é a liberdade e a confiança que as pessoas sentem nesse ambiente organizacional que prioriza as relações humanas. Nesse ambiente, todos têm voz para buscar as melhores soluções para a organização. E também conseguem, juntos, apontar caminhos para mudanças disruptivas. 

Desvantagens da liderança transformacional

Apesar de ser bem flexível esse modelo de gestão, a liderança transformacional também possui suas desvantagens. Por apresentar mais liberdade e motivação advinda dos seus líderes, não há um conceito a ser copiado. Além disso, há uma maior relevância em resultados gerais, deixando de lado os detalhes que podem ser importantes para análises futuras. 

A gestão também tende a arriscar mais, sem pensar muito nas consequências caso o projeto não seja tão efetivo. Outra característica de empresas que seguem esse modelo, como Google e Apple, é o excesso de autonomia, que pode sobrecarregar os liderados. Por isso, a gestão precisa saber gerenciar essas equipes, para que elas não venham a sofrer com burnout ou estresse. 

Como é feita a liderança transformacional?

A liderança transformacional é uma abordagem centrada no líder, que visa aumentar o desempenho e a motivação dos seguidores, bem como a sua satisfação pessoal. Os líderes transformacionais são capazes de envolver os seus seguidores em um processo de mudança, através do qual as pessoas são estimuladas a alcançar objetivos mais elevados do que aqueles que inicialmente se propuseram. 

Esta forma de liderança baseia-se na crença de que as pessoas têm potencial para o crescimento e que os líderes podem ajudar os outros a realizarem esse potencial. Na verdade, é uma forma de parceria entre líder e liderado para que ambos cooperem nos objetivos empresariais.

Os líderes transformacionais são carismáticos e inspiradores, capazes de motivar e envolver os seus seguidores. Diferentemente do estigma do chefe que age com mais autoritarismo. Muitas vezes, o chefe não executa tarefas até mesmo por falta de domínio. Mas o líder transformacional se envolve nas etapas no processo para servir de modelo para a sua equipe. 

Eles estabelecem um visionamento claro para a organização e são persistentes na promoção dessa visão. Eles também têm um forte senso de ética e valores, o que os torna exemplos para os outros. Outras características importantes dos líderes transformacionais incluem o comprometimento com o crescimento dos seus seguidores, bem como uma abordagem aberta às ideias novas e à mudança.

Os benefícios da liderança transformacional incluem o aumento do desempenho, da motivação e da satisfação dos funcionários, bem como o maior envolvimento dos mesmos na organização. A liderança transformacional também pode contribuir para a construção de um clima organizacional mais positivo, uma vez que promove o diálogo entre os colaboradores e estimula a inovação.

Exemplos de lideranças transformacional

Existem diversos exemplos de líderes transformacionais por aí. Muitos deles governam empresas de alto valor. Veja aqui alguns exemplos.

Oprah Winfrey

A apresentadora americana, Oprah Winfrey, é uma mulher muito influente e simpática. Sua jornada a aponta para o título de rainha de todas as mídias. Oprah é conhecida mundialmente pelo seu programa de entrevistas e já foi considerada pela revista People  como uma das mulheres mais influentes do mundo. 

Luiza Trajano

A CEO do Magazine Luiza consegue engajar a todos com a sua empatia e alegria. Foi assim que a detentora de uma das maiores redes de varejo alcançou o posto de mulher mais rica do país em 2020.

Jeff Bezos

A Amazon é uma grande rede de comércio eletrônico graças a expertise de Jeff Bezos. O empresário é um líder transformacional que veio do setor financeiro para revolucionar o jeito de fazer vendas pela internet. Seu talento agradou e aumentou a satisfação do cliente.

Mark Zuckerberg

O criador da maior rede de relacionamentos é também um líder transformacional.  Foi com esse perfil que o CEO do Facebook tornou- se um dos homens mais influentes e ricos do mundo. Desde 2004, sua jornada no mundo cibernético fez com que milhares de pessoas se conectassem. Isso levou Zuckerberg a uma fortuna de US$ 97 bilhões, segundo a revista Forbes 2021. 

Qual a diferença entre liderança transformacional e transacional?

A liderança transacional é aquela mais tradicional, conforme mencionamos anteriormente, ela aparece na figura do chefe. No geral, as regras são mais rígidas e devem ser cumpridas a qualquer custo. Mesmo que os funcionários não tenham apoio suficiente para bater metas e cumprir outros objetivos estabelecidos. 

Por outro lado, o gestor transformacional quer entregar resultados ao mesmo tempo que motiva a equipe e valoriza os esforços e talentos de cada um. É um tipo de relação mais humanizada, pronta para produzir bons frutos em parceria.

As empresas que apoiam seus times de vendas têm mais chances de vender mais. O líder transformacional sabe como desenvolver seus liderados respeitando seus talentos e desenvolvendo ainda mais suas capacidades.

Consequentemente, os colaboradores contribuem mais para o crescimento da organização, à medida que se sentem valorizados e contribuem ainda mais. As lideranças transformacionais aumentam as oportunidades de transformar equipes e processos para que a empresa alcance maiores resultados no mercado.

Se você gostou deste material, leia também o artigo que preparamos sobre liderança transacional.

Sumário

Continue explorando o mercado com a Lecupon

Separamos alguns posts que podem te ajudar

Chegou a sua vez!

Tenha seu próprio
clube de vantagens com cashback