Skip links

Quais são as principais reclamações de provedores de internet e como resolvê-las?

O mercado de tecnologia avança cada vez mais para promover conforto, acessibilidade e conexão para as pessoas. Porém, ainda é recorrente alguns problemas técnicos e dificuldades que geram as principais reclamações de provedores de internet no Brasil.

As empresas de telecomunicações são as líderes de reclamações de consumidores no país. Só no segundo trimestre de 2020 foram registradas mais de 1,5 milhões de reclamações contra operadoras e serviços na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Se você quer entrar nesse mercado, precisa conhecer quais são as principais queixas dos clientes de internet.

Banner_Blog_LeCuponSVA

Quais são as principais reclamações realizadas?

A insatisfação é um dos principais motivos que levam as empresas à perda de clientes. Para uma pequena empresa, qualquer diminuição na receita mensal pode ser um forte indício para a falência. Por isso, é preciso ter cuidado!

Se você está aprendendo mais sobre como ser um provedor de internet, nada melhor do que ficar por dentro dos problemas do mercado, a fim de evitá-los.

Conexão intermitente

A principal reclamação é a conexão intermitente. A queda constante do sinal ocorre, principalmente, nas conexões feitas via Wi-Fi e podem ter relações com equipamentos da operadora de internet ou na casa do cliente.

Há casos em que a internet funciona com excelente sinal na sala, mas tem redução em outros cômodos da casa. A questão aqui está em torno dos obstáculos que o sinal precisa atravessar, como as paredes. Quanto mais paredes, menos intenso será o sinal.

Existem quedas que podem estar relacionadas ao mau contato nas fiações, tomadas, cabos frouxos ou queda de energia.

Para solucionar a questão, é preciso certificar que o problema não está na energia elétrica. Caso haja muitos obstáculos para o sinal, uma alternativa é instalar um aparelho repetidor.

Erro de rede

Outro problema recorrente é o erro da rede. Para ter conexão à internet, as configurações dos dispositivos precisam estar corretas para receber o sinal corretamente. Qualquer dado inserido de forma incorreta prejudica a conexão.

Um exemplo de informação incorreta que pode prejudicar a conexão é errar o número do IP — até mesmo uma simplesmente mudança na ordem dessa sequência numérica é prejudicial.

Uma forma de resolver essa questão é acessando as configurações do sistema no computador. Ao executar “Solução de Problemas”, o programa corrigirá automaticamente a questão possibilitando o acesso à internet.

Velocidade baixa

A terceira reclamação mais recorrente dos consumidores de operadoras de internet é sobre a velocidade. Páginas que demoram a carregar, erros no envio de arquivos, pausas nos vídeos, arquivos que não anexam, etc. Tudo isso são indicativos de que a velocidade não está funcionando corretamente.

Há ainda pessoas que apontam que o plano de dados contratado não é o semelhante que chega em suas residências, mostrando uma discordância entre o que é oferecido e entregue.

Existem diferentes motivos que podem apontar a baixa velocidade, como as configurações do computador. Dispositivo lento e preferências do navegador podem reduzir a conexão.

É possível testar a lentidão da conexão acessando sites que fazem testes que informam sobre ela. Limpar o cache e histórico de navegação ajudam a melhorar o desempenho. Outra saída é desligar alguns pontos conectados (computadores, smartphones, tablets, etc).

Se o problema persistir, a dica é entrar em contato com a operadora para propor uma solução.

Quem é o órgão regulador dos provedores de internet?

A Anatel é a agência reguladora de empresas e serviços de telecomunicação, vinculada ao Governo Federal. Para atuar no setor, inclusive, é necessário tirar uma licença com o órgão.

Como órgão regulador, a Anatel atua no gerenciamento de contratos e concessões das empresas de telecomunicações, fiscalizando a prestação de serviços, controlando as tarifas, expedindo normas e aplicando sanções quando necessário.

Na Anatel é possível fazer as seguintes reclamações:

  • sobre serviços ou operadoras;
  • informações sobre direitos dos consumidores, obrigação das operadoras;
  • sugestões para inovações e novos regulamentos;
  • denúncias de violação de regras ou leis, tanto por empresas como por indivíduos.

Se você quer investir no mercado e se tornar uma empresa operadora de internet, é fundamental conhecer as regulamentações da Anatel.

As reclamações de provedores da internet são, em muitos casos, motivações para cancelamentos de contratos. É preciso ter estratégia e preparação para evitar essa perda de clientes e, para ajudar, preparamos um artigo sobre churn rate!

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.