Skip links
Análise de Big Data

Aprenda a fazer a análise de Big Data da maneira correta

Em um mundo cercado por um crescente volume de dados, a análise de Big Data é uma prática bastante relevante. Por meio dos procedimentos analíticos torna-se possível obter insights valiosos para ajudar a empresa a desenvolver serviços inovadores e ganhar autoridade no mercado.

Pensando na relevância desse tema, neste conteúdo explicaremos o que é a análise de Big Data, quais são os principais tipos de análise e como ela é realizada.

O que é análise de Big Data?

A análise de Big Data faz referência à utilização de procedimentos analíticos avançados em uma ampla gama de dados. Eles podem ser estruturados, não estruturados ou semiestruturados.

Além disso, as informações podem ser de diversas fontes e podem apresentar diferentes tamanhos (terabytes, zettabytes etc.), variando conforme a organização e a forma como essas informações foram coletadas.

Quais os principais tipos de análise?

Existem diversos tipos de análise e é necessário conhecê-las. Isso porque, cada procedimento analítico apresenta características específicas. Entre as principais metodologias estão a análise preditiva, prescritiva, descritiva e diagnóstica. 

Análise preditiva

A análise preditiva faz a utilização de dados, informações estatísticas e técnicas de aprendizado de máquina — machine learning — com o objetivo de verificar a probabilidade de resultados futuros por meio de registros históricos.

Com isso, torna-se possível saber o que ocorreu e conseguir fazer previsões mais precisas sobre o que pode vir a acontecer.

Podemos dizer que a análise preditiva é um dos procedimentos analíticos mais utilizados pelas empresas. Isso porque, a prática ajuda as organizações a estarem mais bem preparadas para lidar com o futuro de um determinado mercado.

Análise prescritiva

De maneira resumida podemos dizer que se trata de uma prescrição. A análise prescritiva, portanto, está encarregada de ajudar as empresas a encontrarem uma solução para os problemas. 

A prática auxilia as organizações a aproveitarem melhor os recursos disponíveis, deixando-os mais eficientes.

Vale destacar que essa técnica analítica utiliza-se de diversas metodologias de simulação com o intuito de indicar o melhor caminho a ser seguido pelas empresas. 

Análise descritiva  

A análise descritiva ajuda os gestores a terem o conhecimento das diferentes questões ocorridas nas organizações. Trata-se de uma etapa básica do Business Analytics e refere-se ao início dos estudos das análises das informações.

Esse processo analítico é muito importante para empresas de diversos segmentos, porque a análise descritiva fornece informações em tempo real para ajudar os gestores na tomada de decisões.

Análise diagnóstica     

Esse procedimento analítico ajuda as organizações a encontrarem relações entre causa e efeito para entender um acontecimento.

Sabemos que estabelecer relações entre causa e consequência não é fácil, por isso a análise diagnóstica se baseia em probabilidades.

Como são feitas as análises de dados?

Por meio de diferentes ferramentas e metodologias, torna-se possível fazer a análise dos dados. O entendimento das metodologias utilizadas para analisar as informações vai ajudar a sua empresa a encontrar as melhores ferramentas para esse processo.   

Análises exploratórias

As análises exploratórias utilizam um amplo conjunto de dados e fazem um resumo das características principais. Na maioria das vezes, utilizam-se metodologias visuais para facilitar a visualização e o entendimento das informações.

Vale destacar ainda que a análise exploratória é um procedimento analítico utilizado pelo cientista de dados com o objetivo de verificar as características gerais presentes nos dados. 

Modelagem de dados

Antes de explicar sobre esse conceito é necessário entendermos o que significa modelar. Essa prática significa criar um modelo que explique o modo de funcionamento do comportamento de um sistema. Dessa maneira, fica mais fácil entender o projeto.

Nesse contexto, a modelagem de dados faz referência ao processo analítico feito pelas empresas que consiste na coleta de um grande volume de dados e também o apontamento das relações entre as informações presentes em um determinado sistema.

Geração de relatórios

A geração de relatórios é um dos procedimentos mais importantes na análise de Big Data. Por meio dessa prática torna-se possível ter o conhecimento de um amplo volume de informações e analisá-las de forma eficiente, o que contribui para a tomada de assertivas no seu negócio.

Para que servem os tipos de análises de dados?

Destacamos anteriormente que existem diversos tipos de análises de dados. Nesse contexto, os processos analíticos ajudam as empresas a coletarem as informações e em segundo momento analisá-los.

Os diferentes procedimentos analíticos ajudam as empresas a desenvolverem soluções para os problemas organizacionais, planejarem para o futuro e terem um conhecimento dos acontecimentos relacionados a diferentes segmentos de um negócio.

Todas essas questões, somadas, ajudam os gestores a terem uma visão global do negócio. Nesse contexto, ao ter o entendimento das necessidades organizacionais torna-se possível tomar decisões assertivas e que ajudem no crescimento da empresa. 

Como é possível perceber, a análise de Big Data é cada vez mais importante para empresas de diferentes portes e segmentos de mercado. Por esse motivo, procuramos apresentar as principais metodologias analíticas para que o seu negócio se beneficie da melhor forma possível.

Agora que você já sabe como fazer a análise de dados de forma correta, confira este conteúdo e entenda o que é o data driven e veja como implementar no seu negócio.

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.